Passeio à Zona Portuária Este de Amesterdão

A Zona Portuária Este transformou-se, duma área portuária em decadência, para um bairro residencial de fama mundial com uma arquitectura e urbanismo espantosos. Muitos edifícios portuários ficaram. A variedade de novos edifícios é tão grande que os turistas de arquitectura não sabem para onde hão-de olhar.
  

A Zona Portuária Este transformou-se, duma área portuária em decadência, para um bairro residencial de fama mundial com uma arquitectura e urbanismo espantosos. Muitos edifícios portuários ficaram. A variedade de novos edifícios é tão grande que os turistas de arquitectura não sabem para onde hão-de olhar.

Na Zona Portuária Este deu-se uma grande mudança na construção de habitações. Gente brilhante e de destaque, um consenso geral que desta vez tudo devia ser diferente, e, ainda, uma dose de coincidências deram origem para um bairro com uma arquitectura e um urbanismo ímpar. Os projectistas eram, assim, inspirados pela beleza desolada duma área portuária deserta. Eles queriam guardar essa beleza maravilhosa. Só isso bastou para haver uma rutura na maneira habitual de construção em Amesterdão.

Visitamos a ilha KNSM, contamos algo sobre o planeamento urbano de Jo Coenen. Falamos sobre os ocupantes ilegais (squatters) de casas. Falamos sobre a ideia diferente que a autarquia tinha para a concepção do bairro. Falamos sobre o edifício ‘Piraeus’ de Hans Kolhoff, trendsetting na arquitectura. Falamos sobre o edifício The Whale de Frits van Dongen que pode ser apreciado melhor desta Zona.

Na ilha de Java (Java-eiland) existe um planeamento completamente diferente, ‘Amesterdamês’ do arquitecto Sjoerd Soeters. Visitamos os famosos canais pequeninos com as pequenos edificios de autoriria de dezanova (19) jovens arquitectos. Os pontilhões de uma extraordinária criatividade, de artistas Belgas. Os pátios ‘sazonais’. Caminhamos no outro lado, pelo típico stilo de ‘novo urbanismo’, o Piet Heinkade e o Veemkade.

Também é possível caminharmos para Sporenburg e Borneo com a sua urbanização de volumetria baixa e extrema densidade, terraços nos telhados e pátios, uma ponte com formato réptil e o famoso canal com lotes onde é possível construir sem restrições. Ou caminhar para Oostelijke Handelskade onde fica o Lloyd Hotel e a linha de prédios recém-construídos e continuar para Rietlanden onde ficam, entre outros, o ‘gebouw-op-vlucht’ (prédio inclinado) chamado ‘Hoop Liefde en Fortuin’ (esperança, amor e fortuna) e o telhado do Piet Heintunnel.

O percurso começa como de costume na Estação Central e passa pela nova Biblioteca Pública de Jo Coenen e o ‘Muziekgebouw aan het IJ’.

Reservas

envie um email para info@stadswandelkantoor.nl
ou ligue +31204190022/+31641967625/+31641967655

© 2017 Stadswandelkantoor. Proudly created with Wix.com

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon